Mulher





Mulher
Virgem
sedutora
fatal
sem destino sem perdão
(i)maculada
no pedestal
mesmo que penses que não.

É
o que não parece
nem padece.

Apenas vibra
solta em paixões
que lhe vão consumindo
o corpo
construindo
a alma
sabores
odores
olfacto apurado por tantas vezes não ver
(o) jogo de ilusões
amansado pelo desejo de querer
ou crer
ser.

É
na efemeridade dos instantes
momentos
para sempre
Mulher.

E o teu corpo sem mim numa distância que inventas.
E o meu corpo em ti num retorno sem regresso.

Comentários

  1. Seria mais fácil ser mulher se a principal dimensão fosse (apenas) o corpo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se a dimensão fosse (apenas) o corpo, penso a questão nem se colocaria, indiferente, homem ou mulher, pois não é a alma que nos molda o corpo?

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

#LoveLetter_AITD