Excessive

Num dia como os outros
Foram-se os segredos voaram desfizeram-se
Na normalidade do dia
Um dia como os outros.

Eram minha propriedade exclusiva
Com direitos de autor
Devidamente protegidos
E muito acarinhados.

Num dia como os outros
O sol ficou tão longe
E pouco me iluminava o rosto obscuro
Em trevas transformado.

E foi num dia como os outros
Que minha alma se foi
E fugiu de mim
Num espanto num fôlego num instante.

Escondo-me no medo
De a encontrar outra vez.
É hora de partir? Para onde?
Fogo água deserto degelo pólo norte.

Arde-me dói-me sufoca-me
Desinfectante
Preciso
Urgente
Não rimo
Arritmia
Verso
Ardor
Arrebato
Passo
Soturno
Eterno.

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

#LoveLetter_AITD