O Mago



No mais profundo da meditação, ele surgiu à minha frente.
Sorriu e saudou-me simpaticamente. Os seus olhos faiscavam.
Era a primeira vez que eu o via nesta vida.
Depois de tanto estudar o seu trabalho, agora ele estava ali, a minha frente.
Houve vezes em que pensei que ele estivesse reencarnado actualmente.
Mas ali estava ele bem à minha frente,alguém que tanto admiro, pela sua firmeza de carácter e pela sua bondade.
O mago da primeira hora.
Perguntei-lhe algumas coisas sobre a magia da vida
Ele respondeu-me mentalmente o seguinte:

"A sabedoria verte a Luz. O trabalho é a grandeza.
O Amor é o elã que une essas duas maravilhas.
O sábio conhece e aceita isso.
E torna-se veículo dos mananciais curativos ocultos e projecta os seus benefícios secretamente para o bem de todos os homens, animais, plantas. Obra no mundo com modéstia e simpatia.
É vida de fé inabalável.
Jamais reclama, pois sabe que o espírito abraça o seu coração.
As luzes do mundo não o atraem, pois ele sabe que elas são transitórias.
O sábio não é forte porque domina fenómenos de magia ostensivos.
Ele é forte porque ama! Sente-se bem orando e curando secretamente.
Sabe que as suas energias emanadas são direccionadas pelos anjos da cura para quem realmente precisa delas.
Quando caluniado pela ignorância de alguém, ele apenas silencia e ora.
Ele sabe da transitoriedade das coisas dos homens e de como suas emoções são comandadas por tolas superstições e pelos condicionamentos.
Ele possui a sabedoria do ancião que aprendeu muito na vida, mas sorri igual a uma criança.
Nos olhos desse sábio eu vi o brilho do amor maior.
Com ele aprendi que a grande magia é ser veículo do Amor incondicional.
Certa vez, enquanto conversávamos sobre cura e elevação da consciência, ele me disse:

Jamais procures o poder da magia pela força. Os portões espirituais não se abrem sobe as pancadas da arrogância. Porém, eles se abrem facilmente sob as suaves vibrações do buscador amoroso que quer servir ao Grande Plano de Regeneração da humanidade.
Carrega no teu coração o objectivo de servir à humanidade.
E algum dia, quando a confusão se instalar no teu caminho, recolhe te e ora em silêncio na tua vontade!
Nós somos apenas os veículos do amor no mundo.
Ele é o Grande Accionador da consciência.
Permanece ligado a Ele...

LUZ, TRABALHO E AMOR!
Este foi o mantra que Ele me deu.
Agora estou passando para ti...
(Ilumina, trabalha e ama.)

Comentários

  1. Acho que andas a transformar as etapas desse caminho de luz que escolheste percorrer em personagens. Bonita mensagem.

    ResponderEliminar
  2. Este teu Mago não dá consultas ao domicílio? Estou a precisar de conversar com ele... :)
    Obrigada por mais um momento zen.

    ResponderEliminar
  3. O Amor incondicional...o que fomos, o que somos, o que vamos ser! Somos apenas veículos nesta viagem. O difícil é atingir esse estado de amor Incondicional, aceitar, acreditar, ser humilde, viver, amar, perdoar...tão difícil.
    Fiz-lhe a pergunta "porquê eu, porquê eu, porquê eu" talvez tenha perguntado demasiadas vezes, mas a resposta foi sempre a mesma "porque tinha de ser"...pareceu tão insuficiente, tão sem resposta, mas aceitei...porque tinha de ser!
    E aceitar é um passo, para chegar a esse amor incondicional, que um dia espero conseguir atingir.
    Excelente!!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Mais um momento em que me reencontro comigo nestas palavras e melodia.
    sim...o sábio domina a magia e a magia fascina-nos.
    Sei do amor incondicional.
    Não convivo bem com o silêncio.
    E o que foi passado vai acontecendo: amando vamos iluminando e o trabalho é dos melhores exercícios para sentirmos que somos...
    Grata por mais uma reflexão de paz....

    ResponderEliminar
  5. Natália, admiro o que escreves. É dificil escrever desta forma "iluminada" e provocar burburinho no estômago. Obrigado.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

#LoveLetter_AITD