1234567654321

(ou como ocupar o intervalo antes do deadline do Desafio ‘A Rapariga que não sangrava’)



Nós
Sempre sonhámos
Com alguém maravilhoso
A redentora dos hereges
Assim como tu, gentil, delicada
Uma flor nascida da lama escura
Que nos afoga sem dó ou piedade
Mas agora chegaste para nos salvar
És a virgem da Luz
Então à lama volverás
Em supremo sacrifício
Por nós
Afogada

Comentários

  1. gosto!! gosto mesmo muito deste intervalo !!:))

    ResponderEliminar
  2. A Natália tem razão... se o intervalo é assim, imaginem quando o "programa" começar :) Vêm aí maravilhas!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário