O Amor... (1)



Nota: este texto já tem uns certos anos mas ainda não
foi publicado em livro... ou em qualquer outro local...
(até agora)
Ainda que seja algo «pueril» é uma forma de Vos desejar
algo de muito bom, num novo ano que, espero, seja o Melhor!
(a dedicatória original é demasiado óbvia, por isso alterei
o título original que IC imaginou e imortalizou :)
...

O Amor Aproximar-nos-á (1)


Quando nada parece estar bem
e a rotina preenche o dia
a ociosidade nos retém
numa mórbida vida fria.
Assim é tempo de reagir bem
e vencer a negra monotonia.
Então o amor,
o Amor aproximar-nos-á novamente.

O fascínio já não funciona
porque não passa de uma ilusão
a emotividade já não aprisiona
porque era apenas uma paixão.
O pulsar da nossa alma,
ecoa bem fundo no coração.
Assim o amor,
o Amor aproximar-nos-á novamente.

Sei que ainda choras no teu leito
ao pensares nos tempos volvidos
ergue a tua cabeça, abre os olhos
e rompe a direito!
Sou eu quem supera os erros cometidos.
O sofrimento ensina o nosso eu imperfeito.
A dor purifica os nossos sentidos.
Por isso o amor,
o Amor aproximar-nos-á novamente.

Quando o desespero se apodera
do teu frágil corpo inseguro
é o deslumbramento quem lidera
e te encerra para lá do muro.
Então dar-te-ei forte alento
conduzindo-te a porto seguro.
Aí o amor,
o Amor aproximar-nos-á novamente.

Podes contar comigo
até ao final dos tempos
serei sempre teu amigo
em todos os momentos.
Sabes que nunca te esquecerei
não importa quais os ventos.
Porque o amor,
o Amor aproximar-nos-á novamente.

06.Julho.1992

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Lindo!
    Um Bom MMXI para todos
    os Namorados
    e para todos os que ainda
    não o são.
    Obrigado,
    Filipe.

    ResponderEliminar
  3. "Sou eu quem supera os erros cometidos.
    O sofrimento ensina o nosso eu imperfeito.
    A dor purifica os nossos sentidos." Um bom ano BlueChild :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário