A Janela



Gosto de estar à janela espelhada.

Da minha janela vejo os carros a passar na rua e tento adivinhar qual é a cor do próximo.

Vejo as pessoas e as suas vidas a passar e tento adivinhar qual é a próxima a atravessar a passadeira.

Vejo um gato a subir à árvore do meio e tento adivinhar quanto tempo vai ficar a ver o mundo lá de cima.

Vejo um pássaro a pousar na minha varanda e tento adivinhar para onde vai.

Vejo a lua a aparecer e tento adivinhar como será a sua outra face.

A noite…

A noite inverte tudo. O espelho agora está voltado para mim.

Olho para mim e desvio o olhar.

Vejo o relógio parado lá ao fundo e tento adivinhar que horas são.

Vejo uma jarra em cima da mesa e tento adivinhar quantas flores já alojou.

Vejo uma foto e… sou eu, passo à frente.

Vejo uma porta e tento adivinhar qual a próxima pessoa a passar por ela. Espero.

Ninguém…
Ninguém…
Ninguém…

Fecho os olhos para conseguir ver o carro azul, o senhor de casaco castanho, os 5minutos, o rio, os continentes lunares, as 22 horas e 19 minutos, as 37 flores e eu.

Comentários

  1. Like, like, like very much! :D
    Muito bem finalizado. Estás inspirada.... :)

    ResponderEliminar
  2. Boa!!grande Inês:))que bom que é ler te!!

    ResponderEliminar
  3. woow....

    fez-me lembrar a expressão 'prisioneiros em si mesmos'
    adorei Inês...!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

#LoveLetter_AITD